Atividades
DIA DA FLORESTA AUTÓCTONE assinalado no AEL

A 23 de novembro celebra-se o Dia da Floresta Autóctone, um dia que foi estabelecido para assinalar a importância ambiental e económica da conservação das florestas naturais.

As espécies autóctones estão mais adaptadas às condições de solo e clima do território, sendo mais resistentes a pragas, doenças e a períodos longos de seca e chuvas intensas, em comparação com as espécies introduzidas. Ajudam a manter a fertilidade do espaço rural, o equilíbrio biológico das paisagens e a diversidade dos recursos genéticos. São importantes locais de refúgio e reprodução para um grande número de espécies de animais autóctones, dando também um contributo fundamental para diversas atividades humanas.

Para celebrar este dia, e inserido noa iniciativa “Semana Reflorestação Nacional – Plantar Portugal”, foram plantadas mais de duas centenas de exemplares de espécies como o medronheiro (Arbutus unedo), a murta (Myrtus communis), o carrasco (Quercus coccifera), o carvalho português (Quercus faginea), a azinheira (Quercus rotundifolia), o sobreiro (Quercus suber) e o folhado (Viburnum tinus), num espaço de cerca de 10.000m2 no interior do recinto da Escola Básica 2,3 de Miragaia. Também no dia 23 de novembro de 2015 foram plantadas na Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado dois exemplares de cada uma das espécies anteriores.

Os exemplares plantados foram fornecidos pela Associação Ambientalista Quercus, tendo a atividade sido desenvolvida em grande medida pelo Serviço de Espaços Verdes e Jardinagem da Câmara Municipal da Lourinhã, a quem se deve o despoletar e desenvolvimento da mesma.

O trabalho de elaboração das placas identificativas e descritivas de cada uma das espécies foi desenvolvido pelos alunos do Curso Profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural, 11ºG1, da Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado.